A importância do fator Rh no exame de DNA

O fator Rh é objeto de estudo constante da Medicina (ver Medicina Transfucional), desde sua descoberta em 1940 por conta de experimentos praticados pelos cientistas Landsteiner e Wiener no macaco Rhesus. O estudo do fator sanguíneo, por exemplo, auxilia na provação de filiação, além de ser sempre analisado para transfusões de sangue.

Tanto para saber quem é o pai ou quem é a mãe, o fator Rh do filho é comparado ao dos pais. Nessa parte do processo de comparação, somente o material genético (genótipo) é analisado, afinal o filho sempre herda um gene de cada um dos seus pais.

Por isso, a combinação do fator Rh de qualquer pessoa é sempre o cruzamento do material genético dos pais, bem como acontece com o restante do código genético. Num exemplo, onde “AA” é a carga paterna e “aa” é a carga materna, todo o material do filho ficaria AAaa.

Filho de quem?

Assim, para se ter certeza da filiação, é só excluir as possíveis combinações de fator Rh guiando-se sempre pela base de código dos pais. Com isso, temos o seguinte exemplo: um pai, cujo sangue é tipo A e com fatores IAIA ou IAi; e uma mãe, cujo tipo é O e fator ii; jamais poderão ter um filho tipo B (IBIB ou IBi) ou AB (IAIB), restando apenas, portanto, um filho de sangue tipo A ou O (ii).

Logo, se o filho nascer com genótipo B, ele não será filho do suposto pai biológico, posto que o pai não tem material genético deste sangue, assim como a mãe. Mas esta exclusão é parcial. Afinal, se a criança nasce com o genótipo A, isto, por si só, não comprova a paternidade e se faz necessário a realização de um exame completo de DNA para convicção plena sobre a paternidade.

Uma Resposta to “A importância do fator Rh no exame de DNA”

  1. 1
    Gil:

    Meu sogro tem tipo sanguíneo O+ e minha sogra B-. Tem como a minha esposa ser filha dos dois, já que o tipo sanguíneo dela é A-?

Deixe seu comentário

Bem vindo

Este é o blog do E-DNA, o primeiro laboratório Online do Brasil. Navegue pelo conteúdo e sinta-se a vontade pra tirar dúvidas.

Tire sua d�vida

D�vidas sobre...